top of page
  • Foto do escritorRedação Bode Fatos

Adjany Simplício erra dados de fornecimento de água em sabatina da TV Tambaú

Atualizado: 7 de set. de 2022



Texto de Giovana Monteiro, João Pedro Carvalho e Wendell Paiva

Edição de Ítalo Rômany


Adjany Simplício (PSOL) participou na terça-feira (30) de sabatina promovida pela TV Tambaú, no programa O Povo na TV. Durante a entrevista, a candidata citou dados sobre consumo de água, financiamento de campanha e promessas de outros concorrentes. Confira abaixo a checagem produzida pela equipe da Bode Fatos:



"Dentro da esfera do meu partido, [...] a gente tem uma ferramenta que é a Setorial de Mulheres"

Adjany Simplício, candidata do PSOL ao governo da Paraíba, durante sabatina na TV Tambaú, em 30 de agosto de 2022


A INFORMAÇÃO É VERDADEIRA


Os setoriais de cada partido são responsáveis por aproximar candidatos e filiados às mais diversas discussões levantadas pelos movimentos sociais, e é uma forma de organizar pautas e prioridades.


No PSOL, existem quatro principais divisões: a Ecossocialista, a de Negras e Negros, a de Pessoas com Deficiência e, como mencionado pela candidata Adjany Simplício, o Setorial das Mulheres, responsável por promover discussões, planejamentos e resoluções, por exemplo, em prol da causa feminista.


"Pela primeira vez a gente [o PSOL] não coloca um candidato a presidência"

Adjany Simplício, candidata do PSOL ao governo da Paraíba, durante sabatina na TV Tambaú, em 30 de agosto de 2022


A INFORMAÇÃO É VERDADEIRA


Desde o seu registro na Justiça Eleitoral, em 2005, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) tem apresentado candidatos à disputa das eleições presidenciais. Em 2006, concorreu Heloísa Helena; em 2010, Plínio de Arruda Sampaio; em 2014, Luciana Genro; e, em 2018, Guilherme Boulos. No ano de 2022, o PSOL resolveu apoiar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).



"Hoje a Cagepa serve em 70% as indústrias e em 6% a população"

Adjany Simplício, candidata do PSOL ao governo da Paraíba, durante sabatina na TV Tambaú, em 30 de agosto de 2022



A INFORMAÇÃO É FALSA


Segundo dados obtidos via Lei de Acesso à Informação, 91,11% do total anual de água ofertada pela Cagepa em 2021 foi para residências, enquanto o da indústria é de 1%.


No programa de governo da candidata Adjany Simplício, há a informação de que "atualmente apenas 6% da água chega ao cidadão, por outro lado, 24% dela é dedicada ao agronegócio e 70% para indústria". Entretanto, não há fontes sobre esses dados.


A reportagem entrou em contato com a assessoria da candidata, mas não houve retorno até o fechamento do texto.




"[Hospital de Trauma do Sertão] Isso já foi proposta anterior desse governo [João Azevêdo] que estava aí, se comprometeu e não fez."

Adjany Simplício, candidata do PSOL ao governo da Paraíba, durante sabatina na TV Tambaú, em 30 de agosto de 2022


A INFORMAÇÃO É FALSA


Em 2018, quando se candidatou ao governo da Paraíba, João Azevêdo (PSB) não adicionou ao seu Plano de Governo a construção do Hospital de Trauma do Sertão.


Em entrevista à TV Cabo Branco, à época, quando questionado sobre essa promessa, Azevêdo afirmou que não prometeu construir o Hospital de Trauma do Sertão. "No meu plano de governo não tem essa proposta de Hospital de Trauma do Sertão, não existe essa proposta, eu nunca disse isso. [...]". Acrescentou ainda: "A questão é que nos hospitais de Patos, Cajazeiras e Sousa, já existe um serviço de traumatologia. Vamos aprimorar para que esse serviço se torne mais qualificado".


A reportagem entrou em contato com a assessoria da candidata, mas não houve retorno até o fechamento do texto.


—-

"[Temos] uma candidatura que não tem financiamento."

Adjany Simplício, candidata do PSOL ao governo da Paraíba, durante sabatina na TV Tambaú, em 30 de agosto de 2022


TEM UM PORÉM


É verdade que, para concorrer ao governo da Paraíba nas eleições de 2022, a candidata Adjany Simplício não recebeu qualquer tipo de financiamento, como consta no site do Tribunal Superior Eleitoral.


Como parte do fundo eleitoral, recebeu um total de R$ 213 mil disponibilizados pela direção nacional do PSOL.


"[Minha candidatura] não tem espaço de TV"

Adjany Simplício, candidata do PSOL ao governo da Paraíba, durante sabatina na TV Tambaú, em 30 de agosto de 2022


A INFORMAÇÃO NÃO É BEM ASSIM


A candidata possui 24 segundos do total da propaganda eleitoral gratuita de rádio e TV durante o primeiro turno das eleições estaduais. É verdade que, em comparação com outros candidatos, o tempo de Adjany é mínimo (a coligação de Pedro Cunha Lima, a título de exemplo, possui 3m23s). Entretanto, Major Fábio (PRTB), Antônio Nascimento (PSTU) e Adriano Trajano (PCO) não superaram a chamada cláusula de barreira e, por isso, não têm tempo nas propagandas de rádio e TV.


A reportagem entrou em contato com a assessoria da candidata, mas não houve retorno até o fechamento do texto.


17 visualizações
bottom of page